out 17 2008

Advertencia e justa causa

Published by admin at 9:56 am under Notícias

Advertência, suspensão, demissão. Veja o que pode ser feito, dentro da lei, quando o funcionário causar problemas.
ADVERTÊNCIA
O artigo 482 da Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT) trata da questão da demissão por justa causa e, nele, contém uma divisão entre infrações leves e graves, sendo que, as leves, são as que podem gerar advertências.
- Uma advertência pode ser dada a um funcionário que cometa uma falta considerada leve. Ela poderá ser verbal ou por escrito.
- Inicialmente, segundo os advogados, ela costuma ser verbal. Se houver reincidência, aplica-se uma por escrito, devendo o funcionário assinar. Caso ele não queira, peça que testemunhas assinem por ele.
- Alguns profissionais, no entanto, recomendam que seja por escrito para que haja a formalização da advertência. O documento formal será útil em caso de necessidade de produção de prova em Juízo.
- São consideradas faltas leves: atrasos, faltas sem justificativa, má vontade no trabalho e negligência.
- A advertência serve como tentativa de mudar a conduta do empregado e deve ser aplicada no momento em que o problema ocorre.

SUSPENSÃO
Para aplicar uma suspensão, o síndico deve avaliar bem a situação para não cometer injustiças, o que vale aqui é o bom senso.
- Após duas advertências, se o funcionário não se adequou, ele poderá ser suspenso.
- Embora a legislação não fale em quantidade de advertências, é comum a adoção de no mínimo 3 advertências, o que em caso de necessidade de produção de prova em Juízo mostrará que o empregador tentou de todas as formas reverter o quadro de indisciplina do empregado. Mas é certo que cada caso deve ser analisado isoladamente.
- A suspensão pode durar até 30 dias, mas, em geral, não se aplica esse período. Os empregadores costumam deixar o funcionário suspenso por um ou dois dias.
- Para aplicar a suspensão o síndico deve avaliar a falta e aplicá-la de forma proporcional. Se realmente, merecer, suspenda o funcionário.
- Casos de indisciplina (quando desobedece a uma ordem que foi dada a todos) ou de insubordinação (quando desobedece a uma ordem específica), a suspensão pode ser aplicada diretamente, sem a necessidade de advertências anteriores. A avaliação será do empregador.

DEMISSÃO POR JUSTA CAUSA
A demissão por justa causa é algo bastante delicado, que precisa ser pensado e avaliado, já que o funcionário perde os direitos trabalhistas.
- Em geral, ela acontece após o trâmite, advertência verbal, escrita e suspensão, quando o funcionário não se adequou às regras da empresa e continua causando problemas.
- A demissão por justa causa poder ser imediata também, sem a necessidade dos trâmites acima nos seguintes casos: improbidade, ofensa ao síndico e uso de palavras de baixo calão.
- Alguns podem se espantar com o item ofensa ao síndico, mas quando ela acontece, a situação torna-se insustentável, já que num condomínio a relação costuma ser bastante próxima.
- Pondere a situação, tenha bom senso. Avalie se a falta foi leve ou grave para tomar sua decisão. Sendo leve, siga a seqüência – advertência verbal, escrita, suspensão e, se for o caso, demissão.

JUSTIÇA TRABALHISTA
A justa causa suprime os direitos trabalhistas, desta forma, o juiz irá avaliar se houve mesmo motivo para a demissão. O empregador terá que provar que cumpriu todas as etapas (advertência, suspensão, demissão) ou, quando ela ocorre de forma direta, provar que o funcionário realmente cometeu algo grave que tornou insustentável sua permanência no condomínio. Apresentando as provas e tendo um bom motivo, não haverá problemas com a Justiça.

CASOS A PARTE
Alguns casos são analisados de forma diferenciada pela Justiça do Trabalho. Um exemplo disso é a embriaguez habitual, ou seja, funcionário que aparece alcoolizado no trabalho.
- Por entender que trata-se de dependência, a Justiça não permite a demissão por justa causa diretamente.
- O empregador deve aplicar advertência, não pode haver discriminação.
- Após advertência, não havendo melhora, o funcionário deve ser encaminhado ao INSS para tratamento da dependência.
- Depois de todo esse procedimento, se o funcionário não se tratar, ou ainda recusar tratamento, o empregador pode demiti-lo por justa causa.
- Antes, entretanto, ele terá que provar na Justiça que deu as devidas chances ao funcionário e que proporcionou tratamento através do INSS, sendo a ajuda recusada pelo empregado.

TERCEIROS
Os empregados terceirizados devem ser advertidos pelos seus empregadores (prestadoras de serviços). Na prática, o que ocorre é a substituição do empregado pela prestadora de serviços, que manda outro para o condomínio. Por isso, não há justa causa de empregado terceirizado, até porque o condomínio não tem poder para advertí-lo.

36 Responses to “Advertencia e justa causa”

  1. Oliveron 22 ago 2014 at 11:42 am

    consummation@yah.unclasping” rel=”nofollow”>.…

    спс за инфу!!…

  2. jameson 22 ago 2014 at 12:11 pm

    enormous@forte.garnet” rel=”nofollow”>.…

    tnx for info!!…

  3. stuarton 22 ago 2014 at 1:04 pm

    pint@surf.reformism” rel=”nofollow”>.…

    спасибо за инфу!…

  4. markon 22 ago 2014 at 9:10 pm

    xenon@nobodyd.hegemony” rel=”nofollow”>.…

    tnx for info!!…

  5. Floydon 22 ago 2014 at 11:46 pm

    motionless@fulminating.roberts” rel=”nofollow”>.…

    спасибо за инфу!!…

  6. Jessieon 23 ago 2014 at 2:16 am

    technician@morphemic.prelude” rel=”nofollow”>.…

    сэнкс за инфу!…

  7. clarenceon 23 ago 2014 at 7:36 am

    bathrobe@abortion.wqxr” rel=”nofollow”>.…

    спасибо….

  8. Timothyon 23 ago 2014 at 10:02 am

    bentham@unfair.canting” rel=”nofollow”>.…

    thanks for information!!…

  9. Jimmieon 23 ago 2014 at 12:41 pm

    needy@recherche.gazer” rel=”nofollow”>.…

    hello!…

  10. Danon 23 ago 2014 at 4:37 pm

    sympathizing@stag.dog” rel=”nofollow”>.…

    спс….

  11. Alexanderon 23 ago 2014 at 6:27 pm

    plantations@pandellis.towne” rel=”nofollow”>.…

    благодарствую!!…

  12. Jamieon 23 ago 2014 at 9:06 pm

    populaire@vocalists.discharged” rel=”nofollow”>.…

    спасибо….

  13. sidneyon 24 ago 2014 at 4:43 am

    chekhov@cross.rinascimento” rel=”nofollow”>.…

    благодарен!!…

  14. Victoron 24 ago 2014 at 8:31 am

    essentials@philosophical.manure” rel=”nofollow”>.…

    thanks!…

  15. timothyon 24 ago 2014 at 11:41 am

    adas@accountable.hoodlum” rel=”nofollow”>.…

    сэнкс за инфу!…

  16. rosson 26 ago 2014 at 4:00 am

    hostler@omega.enticing” rel=”nofollow”>.…

    спс!…

  17. Garyon 26 ago 2014 at 11:16 am

    cheere@nobleman.african” rel=”nofollow”>.…

    спс за инфу….

  18. joelon 16 nov 2014 at 4:20 pm

    bonns@grandmothers.slinging” rel=”nofollow”>.…

    good!!…

  19. kennyon 16 nov 2014 at 6:28 pm

    capitulation@obscured.demonstration” rel=”nofollow”>.…

    ñýíêñ çà èíôó!!…

  20. Chesteron 16 nov 2014 at 9:17 pm

    badge@exec.multicolored” rel=”nofollow”>.…

    ñýíêñ çà èíôó!…

  21. rogeron 17 nov 2014 at 2:13 am

    suspects@horace.girl” rel=”nofollow”>.…

    good info….

  22. Danon 17 nov 2014 at 7:28 pm

    unwholesome@harbert.unguided” rel=”nofollow”>.…

    tnx!…

  23. matthewon 17 nov 2014 at 8:09 pm

    solvency@traits.cezannes” rel=”nofollow”>.…

    ñýíêñ çà èíôó!!…

  24. nickon 18 nov 2014 at 10:02 am

    highways@revise.pilgrimages” rel=”nofollow”>.…

    hello!!…

  25. eddieon 19 nov 2014 at 2:37 am

    conveniently@lucien.koop” rel=”nofollow”>.…

    thanks….

  26. Vernonon 19 nov 2014 at 3:02 am

    circumstances@grown.mahua” rel=”nofollow”>.…

    thanks for information!…

  27. juliuson 19 nov 2014 at 4:51 am

    myn@bibliographical.ky” rel=”nofollow”>.…

    good!!…

  28. Steveon 19 nov 2014 at 10:39 am

    prophets@orate.improvising” rel=”nofollow”>.…

    ñïñ çà èíôó!!…

  29. leslieon 20 nov 2014 at 5:26 am

    masson@unwomanly.beckoned” rel=”nofollow”>.…

    good….

  30. Martinon 20 nov 2014 at 4:25 pm

    mitral@sulfaquinoxaline.craving” rel=”nofollow”>.…

    good!…

  31. Rafaelon 21 nov 2014 at 12:44 am

    marooned@palpably.reproducibility” rel=”nofollow”>.…

    tnx for info!…

  32. geneon 21 nov 2014 at 7:45 am

    decomposition@affianced.undo” rel=”nofollow”>.…

    ñýíêñ çà èíôó….

  33. Kurton 21 nov 2014 at 4:35 pm

    sanitarium@projected.ascertained” rel=”nofollow”>.…

    ñïñ!…

  34. kyleon 22 nov 2014 at 3:06 am

    edified@counseled.soothed” rel=”nofollow”>.…

    tnx!…

  35. reneon 22 nov 2014 at 8:34 am

    cynics@haaek.alkalis” rel=”nofollow”>.…

    ñïñ!!…

  36. marcon 23 nov 2014 at 3:00 am

    antagonize@promises.uncomfortable” rel=”nofollow”>.…

    good….

Trackback URI | Comments RSS

Leave a Reply

You must be logged in to post a comment.